segunda-feira, 4 de abril de 2016

Filé com nhoque ao molho de funghi

Fiz este almoço lá em casa e ficou uma delícia. 
Preparei a carne bem simples, como um rosbife. 
O molho de funghi é bem versátil. Servi com o nhoque, mas pode ser usado como base para risoto ou com outras massas. Também funciona como molho para a carne, acompanhado de arroz ou batatas.


1 filé mignon inteiro
sal a gosto
2 colheres de manteiga

Com as mãos, espalhe o sal por todo o filé (para o meu gosto, 1 colher de sal é suficiente). Reserve a carne e derreta a manteiga em uma frigideira grande, em fogo médio. Coloque,então, o filé e deixe dourar, sem furar ou mexer a carne. Vire o filé mignon e passe para o outro lado da frigideira, que estará mais quente. Faça isso repetidas vezes, até que fique totalmente dourado. Apague o fogo e retire a carne da frigideira, deixando esfriar em uma tábua de carne. O filé ainda estará rosado no meio, no ponto que eu considero ideal.
Depois de frio, corte em fatias finas e arrume em uma travessa que possa ir ao forno. Antes de servir, leve-o descoberto ao forno bem quente, por cerca de 2 minutos. Se você quiser a carne mais bem passada, deixe o tempo que achar necessário.

Molho de funghi

1 xícara de funghi secchi
meia cebola picada
meia colher de manteiga
1 lata de creme de leite
sal e pimenta-do-reino a gosto

Hidrate o funghi por pelo menos 1 hora em água quente. Escorra, sem desprezar a água do molho, e pique os cogumelos em pedaços médios. Em uma frigideira, refogue a cebola na manteiga até dourar. Acrescente o funghi picado e deixe refogar mais um pouco. Junte a água que ficou do molho e o creme de leite e tempere com sal e pimenta-do-reino. Cozinhe em fogo baixo por uns 10 minutos.

Cozinhe o nhoque (gosto da marca De Cecco) conforme as instruções da embalagem e misture ao molho quente. Sirva imediatamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário